Testando a versao Trunk Build 39199 do ReactOS

Depois do fracasso da compatibilidade do ReactOS com o computador novo que montei para o blog (leia o artigo – Parte 1, 2 e 3) resolvi testar a ultima versão Trunk Build disponibilizada na data de ontem pelos desenvolvedores do projeto para ver a quanto anda a evolução do sistema para as próximas versões.

Trunk Builds são as versões de desenvolvimento do ReactOS onde os desenvolvedores acrescentam ou retiram funcionalidades para as versões de lançamento. Estas versões são atualizadas quase que semanalmente e servem para testar a estabilidade e funcionalidade do sistema. A versão disponibilizada ontem foi a 39199 (SVN 0.4), nas versões de instalação e Live CD. O leitor pode baixar as versões acessando essa pagina: http://www.reactos.org/getbuilds/

Continue lendo

Montando um computador para o ReactOS – Ultima parte

Para fechar na  escolha dos componentes que estou usando para a montagem de um novo computador para o blog, que sirva para os testes de compatibilidade com o ReactOS, faltava adquirir um monitor mais atual, visto que no ultimo artigo ficou a duvida se a incompatibilidade do ReactOS com o novo computador era com a placa de vídeo nVidia GeForce FX5200 ou com o monitor CRT de 14″ da UIS, um modelo muito antigo e que estava sendo usado no computador legado (leia sobre a primeira e a segunda parte desde artigo). Adquiri esta semana um monitor CRT de 17″ da Samsung, modelo SyncMaster 753V, aparelho com 2 anos de uso, mas que atende ao proposito de servir para o novo computador de testes do blog.

Teste final

Conjunto todo montado e definido, veio o teste final para retificar as escolhas de hardware para o novo computador para o ReactOS. Devido aos problemas de incompatibilidade percebidos no ultimo teste e que não ficaram claros se a fonte era a placa-mãe ASUS A7V8X-X, a placa de vídeo nVidia GeForce FX5200 ou o monitor, refiz toda a instalação do ‘zero’ neste novo teste.

A instalação como de costume foi bem sucedida, não havendo nenhum problema neste ponto. Mas ao iniciar o ReactOS apos o mesmo ter sido instalado no disco rígido do computador, o mesmo não deu vídeo como no teste anterior. O teste foi repetido com a versão Live CD do ReactOS 0.3.7 também, sem resultados. Ao menos descartei o problema de incompatibilidade do ReactOS com o monitor UIS que usava ate então no computador antigo, mas que em conjunto com a placa de vídeo nVidia FX5200 poderia ser a fonte de problema, visto o mesmo não suportar resoluções maiores que 800×600. Ja que usando uma placa de vídeo PCI foi possível instalar e inicializar o ReactOS no primeiro teste, mesmo que o vídeo não tenha sido configurado corretamente, a duvida permaneceu, não sendo possível até o momento afirmar se o problema de compatibilidade é com a placa-mãe ASUS ou com a placa de vídeo nVidia.

Com o uso do live CD percebemos que o sistema carrega normalmente...

Continue lendo

Montando um computador para o ReactOS – Parte II

Hoje recebi a placa de vídeo para o novo computador que estou montado para o blog para os testes com o ReactOS. Conforme adiantado, a placa adquirida foi uma nVidia GeForce FX5200 no padrão AGP8x, que é o padrão suportado pela placa-mãe ASUS A7V8X-X que esta sendo usada neste novo computador (leia mais sobre a primeira parte deste artigo). Montado a placa de vídeo no computador, refiz a instalação do ReactOS 0.3.7 para ver se o sistema reconhecia a nova placa de vídeo.

O modelo de placa de video adquirida para o computador que esta sendo montado para os testes do blog e uma nVidia FX5200.

A placa de video montada no novo computador de testes.

Continue lendo

Montando um computador para o ReactOS – Parte I

Como a montagem de um novo computador para uso para os testes do blog era um dos compromissos por mim assumidos para 2009 (leia mais aqui), nesta ultima semana me dediquei a pesquisar os componentes que poderiam ser usados em uma nova maquina. Como o ReactOS ainda não esta em sua versão final, não me senti encorajado a investir em um computador novo, Core 2 Duo, para ser usado para os testes. Decidi procurar por computadores com 2 a 3 anos de uso mas com um hardware relativamente atual para ser usado. A primeira escolha recaiu sobre a placa-mãe, tinha que ser um modelo que não possuísse vídeo compartilhado, visto que de todos os testes feitos pelo blog, os computadores que tinham vídeo dedicados se mostraram mais compatíveis. Achei no Jornal Balcao o anuncio de um gabinete padrão ATX 04 baias com fonte de 400W, placa-mãe ASUS A7V8X-X, processador AMD Athlon XP 1900+ (1.6GHZ) com cooler e julguei ser uma boa maquina. O conjunto custou a pechincha de R$140,00. Como a torre veio sem drive de disquete, disco óptico e disco rígido, aproveitei o leitor de disquete da Mitsumi e o gravador de DVD da Samsung da maquina anterior. A placa-mãe ASUS A7V8X-X não possui porta padrão SATA e como o ReactOS ainda não reconhece este padrão de interface, de qualquer forma a preferencia seria o padrão IDE para o disco rígido. Utilizei um modelo de disco rígido da Samsung, SP1203N, de 120GB de capacidade que já possuia e também 02 pentes de memoria padrão DDR400 de 256MB cada, totalizando 512MB, que tinha em casa. A idéia é adquirir uma placa de vídeo no padrão AGP 8X de no minimo 128MB para testar a compatibilidade do ReactOS com jogos atuais, sempre uma solicitação recorrente de vários leitores. Como precisava testar o funcionamento do computador e ainda não havia adquirido uma placa no padrão AGP, utilizei uma placa de vídeo no padrão PCI de 2MB que tinha guardada para o teste. O Windows XP reconheceu todo o hardware e o computador estava funcionando corretamente.

Desktop Athlon XP 1.6GHZ que esta sendo montado para os testes do blog.

Continue lendo

Primeiras impressões e sucesso na instalação do ReactOS 0.3.7

Ontem realizei os primeiros testes com a nova versão do ReactOS, tanto utilizando maquina virtual VMWare quanto instalando no computador que uso para testes do blog.

Maquina Virtual

Em um primeiro momento não foram percebidas grandes mudanças, apenas a continua implementação de novos recursos que sempre é feita a cada nova versão. De diferente, as propriedades do disco do sistema já informam em gráficos o percentual de uso e ao contrario do Windows em um formato de barra e não de pizza. As caixas de dialogo com as opções para checar erros no sistema já foram criadas, mas a ferramenta por hora ainda não esta funcionando.

Propriedade de disco do sistema no ReactOS 0.3.7.

Opcoes de ferramentas para checagem do disco no ReactOS 0.3.7.

Continue lendo

Sucesso na instalação do ReactOS 0.3.5 em nosso computador de testes

A quase uma semana estou testando o ReactOS 0.3.5 instalado no computador que uso para os testes do blog (leia mais aqui). A instalação ocorreu sem problemas e o sistema está bem estável. Começarei os testes de compatibilidade de software com esta nova versão em breve, repetindo alguns testes já feitos com alguns programas em versões antigas do sistema, como editores de texto e de imagem, e outros inéditos, com testes de programas de desenvolvimento/criação de softwares.

Fica abaixo uma imagem do sistema rodando em nosso computador Athlon;

Instalação do ReactOS 0.3.5 em computador.

Continue lendo

Qual a quantidade minima de memoria RAM necessaria para rodar o ReactOS?

No teste com os players de vídeo, pela primeira vez recebi mensagem de pouca memória disponível no sistema, algo que era comum no meio dos anos 90 com os computadores com 32MB ou 64MB de memória RAM e Windows 95 e 98, mas que ainda não havia presenciado no ReactOS. Conforme informado, uso até o momento um computador dedicado para os testes (além de usar também uma imagem do sistema em máquina virtual VMWare) que possui 128MB de RAM; percebi com o uso do ReactOS que para a instalação do sistema é necessário essa quantidade mínima de memória, pois do contrário o mesmo não instala ou trava durante o processo. Neste dia específico do teste com os players de vídeo o computador estava com 96MB de RAM, pois estava testando uns pentes de memória, onde me ocorreu: depois de instalado o sistema, qual a quantidade mínima de memória para inicializá-lo? Continue lendo