MegaDrive no ReactOS? Yes he can!

Todos já devem ter se perguntado “será que roda jogos no ReactOS?” ou “Ele executa qualquer outro programa do XP?”. Nessa linha de raciocínio, vou mais além: Emuladores! Sim sou fanático por eles e tenho certeza que outras pessoas também são! Eles são o nosso “flashback” para os jogos antigos, os clássicos de muitos consoles!

Depois de muito fuçar e testar diversos emulators, executei testes com o emulador GENS de MegaDrive e seu resultado foi perfeito!

Detalhes:

  • Som não funciona (testes feitos em uma maquina virtual do VirtualBox com o driver de som instalado e funcionando – este driver segundo documentações do ReactOS suporta somente saída de som em 44100Hz), o emulador dá um crash no sistema com o som ativo e nessa frequência específica, em outras frequências não há crash mas também não há som e o desempenho do emulador fica muito lento;
  • Desempenho: rápido e estável (som desabilitado);
  • Testado no ReactOS 0.3.10;
  • Problemas com teclado, não suporta algumas teclas e outras uma vez pressionadas, permanecem assim para sempre (mesmo problema relatado com o Unreal Tournament).

Seguem os screenshots de algumas telas de jogos rodando.

Continue lendo

ReactOS: Uma alternativa real ao Windows?

Encaremos os fatos: apesar das óbvias deficiências, o Windows ainda é o SO favorito da grande maioria dos usuários. O Linux, por sua vez, amarga uma injusta fama de “complicado”: muitos não migram para o Pinguim apenas para não ter que reaprender o “bê-a-bá” da informática.

Mas… e se alguém criasse um sistema operacional livre capaz de rodar a grande maioria dos programas desenvolvidos originalmente para o Windows? É aí que entra o ReactOS, um sistema operacional Open Source que visa ser binariamente compatível com o Windows.

Um pouco de História

Pode-se dizer que as sementes do projeto ReactOS foram lançadas em 1996 por Yannick Majoros, com o projeto FreeWin95. Na época, o Windows 95 ainda era novidade, e os desenvolvedores planejavam “cloná-lo” sob licença Open Source.

Após um ano de muita discussão, praticamente nada de concreto foi feito. No final de 1997 o projeto trocou de nome para “ReactOS” (o termo “react” vem de “reagir”). Agora sob a liderança de Jason Filby, os objetivos do grupo também mudaram: a equipe decidiu que seria bem mais proveitoso duplicar a arquitetura do Windows NT 4.

“O Windows XP e o Windows 2K são sistemas construídos sobre o NT4 – ou seja, são upgrades dele.” – declarou Filby em entrevista concedida em 2001. Ele continua: “Isto significa que a maior parte do que já fizemos (no ReactOS) é compatível com esses novos sistemas operacionais”.

Figura 1: Tela de Setup do ReactOS 0.3.9

Continue lendo

Revista Espirito Livre publica artigo sobre o ReactOS

Foi publicada na edição deste mês da revista Espirito Livre, reportagem sobre o ReactOS. No artigo intitulado “ReactOS: Uma alternativa real ao Windows?”, o autor Cristiano Rohling faz um retrospecto do projeto ReactOS, relata suas experiencias ao usar o sistema e traça uma visão sobre a disponibilidade do sistema em um futuro próximo. Se você leitor não conhece a revista Espirito Livre, vale a pena conferir a reportagem, as edições são gratuitas e os artigos editados por colaboradores ativos da comunidade brasileira de software livre. Para baixar a edição de agosto, clique na imagem abaixo:

Edição de agosto da revista Espirito Livre traz reportagem sobre o ReactOS.

ReactOS presente na Hackmeeting 2009

Foi realizado nos dias 19 a 21 de Junho o evento Hackmeeting 2009 em Milano, Itália, que contou com a participação de desenvolvedores e entusiastas do ReactOS. E mais um evento informal como outros que acontecem na Europa com o intuito de aproximar desenvolvedores e interessados no desenvolvimento de software de código aberto.

Os participantes do evento disponibilizaram dois vídeos, onde no primeiro apresentam o estande e o sistema e no segundo, o mais interessante, uma demonstração ao vivo com um integrante jogando Quake II – com o sistema instalado em hardware físico e o áudio funcional, e o trailer do filme Matrix rodando no VLC.

Seguem os vídeos (em inglês e italiano):

ReactOS 0.3.6 – Primeiras impressões

O ReactOS 0.3.6 é, conforme informado na nota de lançamento, uma correção de bugs e implementação de poucos novos recursos. Até então a versão 0.3.5 estava se mostrando a mais estável que já havia testado, desde a serie 2.X. Em um primeiro contato não percebi muitas modificações na nova versão, nem poderia visto que o período de desenvolvimento foi de apenas 1 mês para a versão anterior.

De novo, notei que o recurso de hibernação do sistema parece estar totalmente implementado, assim que instalar o ReactOS 0.3.6 em nosso computador de testes poderei confirmar, em ‘adicionar e remover programas’ foi criada uma nova janela intitulada ‘ReactOS Setup’ que não está implementada, o gerenciador de serviço do sistema parece estar funcional e o recurso de ‘log off’ de usuário funcionando – na verdade acredito que este recurso já estava ativo em versões anteriores, mas só prestei atenção a ele neste teste.

Primeiras impressões - ReactOS 0.3.6Primeiras impressões - ReactOS 0.3.6Primeiras impressões - ReactOS 0.3.6Primeiras impressões - ReactOS 0.3.6

Os novos recursos implementados na seqüência, conforme informado acima.

Tentarei instalar a nova versão em nosso computador de testes e usarei essa nova versão para dar seqüência aos testes de compatibilidade de ambientes de desenvolvimento com o ReactOS.

Qual a quantidade minima de memoria RAM necessaria para rodar o ReactOS?

No teste com os players de vídeo, pela primeira vez recebi mensagem de pouca memória disponível no sistema, algo que era comum no meio dos anos 90 com os computadores com 32MB ou 64MB de memória RAM e Windows 95 e 98, mas que ainda não havia presenciado no ReactOS. Conforme informado, uso até o momento um computador dedicado para os testes (além de usar também uma imagem do sistema em máquina virtual VMWare) que possui 128MB de RAM; percebi com o uso do ReactOS que para a instalação do sistema é necessário essa quantidade mínima de memória, pois do contrário o mesmo não instala ou trava durante o processo. Neste dia específico do teste com os players de vídeo o computador estava com 96MB de RAM, pois estava testando uns pentes de memória, onde me ocorreu: depois de instalado o sistema, qual a quantidade mínima de memória para inicializá-lo? Continue lendo

Curiosidades da versão 0.3.3 do ReactOS

Antes de finalizar o ciclo de testes com a versão 0.3.3 do ReactOS que consegui instalar em um computador (mais aqui), vou postar algumas curiosidades sobre o sistema que puderam ser observadas nestes quase 6 meses de uso que tenho feito do mesmo e com alguma regularidade:

  • Leitura de CD’s

Após ler um CD, o ReactOS não consegue ler outra mídia pois as informações da primeira ficam retidas na memória do sistema. Para conseguir ler um segundo CD é necessário reiniciar o computador. Continue lendo