ReactOS Embarcado

Hoje um dos membros do chamado ReactOS ARM Team postou uma imagem curiosa na lista de e-mail. Não há detalhes, mas como pode-se perceber é o carregador de inicialização para dispositivos ARM embarcado dando sinais de vida.

ReactOS ARM Bood Loader

Teste tardio: Primeiras impressões do ReactOS 0.3.11

Apesar de já lançado há algumas semanas, somente agora tive tempo hábil para testar a nova versão 0.3.11 do ReactOS. Estou usando a nova versão há uns dias e não notei nenhuma alteração em comparação as versões 0.3.9 e 0.3.10 que trouxeram grandes alterações visíveis ao sistema; na realidade a maior mudança foi na tela de carregamento do sistema, onde se vê uma imagem em alusão ao Windows 3.11 em uma brincadeira dos desenvolvedores do sistema – por alguns segundos pensei estar iniciando uma máquina virtual com a versão legada do Windows. No dia-a-dia o uso da versão 0.3.11 mostrou que a mesma está instável em comparação a 0.3.10. Recursos do sistema quando em uso fecham repentinamente, apesar do sistema em si não ter congelado ou apresentado tela azul.

Tela exibida ao iniciar o ReactOS 0.3.11.

Nos próximos dias farei alguns testes de compatibilidade de hardware e programas para ver se houve melhora no sistema.

Desenvolvedor-chefe do ReactOS propõem nova abordagem na compatibilidade com o Windows

O projeto ReactOS é uma iniciativa Open Source que visa desenvolver um sistema operacional que tenha compatibilidade binária com o Windows NT4 e versões posteriores. Ou seja, criar um clone do Windows. Em atividade há 11 anos, o sistema já consegue “dar boot”, tem desktop, interface de rede e suporta alguns aplicativos, como versões antigas do Microsoft Office e o navegador Firefox, mas ainda está longe de ser considerado pronto para o “dia-a-dia”. Frustrado com a falta de “progresso real” o desenvolvedor-chefe do ReactOS, Aleksey Bragin, propôs em sua lista de discussão uma nova abordagem na compatibilidade com o Windows: um sistema batizado de ARWINSS.

Leia o artigo na integra.

Retrospectiva 2009

Faltando menos de 3 semanas para o fim do ano e com a perspectiva de sair de férias próximo ao Natal, nesta semana comecei a fazer o levantamento do que foi notícia neste ano sobre o ReactOS e o que foi públicado a respeito do sistema no blog, para a nossa já tradicional retrospectiva do que se passou durante todo o período. Das promessas feitas na retrospectiva de 2008 (leia mais aqui), consegui cumprir parcialmente algumas, mais teste com hardware, e outras cumpri dentro do que havia proposto, mais artigos especiais sobre instalação e configuração do sistema. A qualidade das imagens disponibilizadas no blog melhoraram e a montagem de um novo computador de testes se mostrou um fracasso. Da parte do projeto ReactOS, não foi neste ano de 2009 que entramos na série 0.4 que era prometida como Beta, mas foi remarcada como Alpha – Beta será a partir da série 0.5.

Versões do sistema

Neste ano de 2009 os testes se concentraram basicamente em três versões do ReactOS, a 0.3.8, 0.3.9 e 0.3.10. Uma grande evolução do sistema foi percebida na versão 0.3.9, onde recursos como o ReactX e a possibilidade de configurar o áudio com um drive disponibilizado para máquina virtual VirtualBox, elevaram os ânimos dos defensores do projeto. Para preencher o vácuo do atraso entre o lançamento de versões, testei também versões Trunk Build (versões de teste do sistema) para relatar o que estava sendo desenvolvido para versões futuras.

Versões testadas:

Teste com a versão 0.3.8;
Teste com a versão 0.3.9;
Teste com a versão 0.3.10;
Teste com a versão Trunk Build 39199;
Teste com a versão Trunk Build 40257;
Teste com a versão Trunk Build 44341. Continue lendo

Teste com a versão Trunk Build 44341 – Recursos do sistema avançando, testes do ReactX funcionais e até uma lojinha de aplicativos!

Diante do atraso do lançamento da versão 0.3.11 do ReactOS, segundo o roadmap no site do projeto a última da série 0.3, baixamos a versão Trunk Build 44341 (versão de desenvolvimento) liberada hoje, a fim de verificarmos quais evoluções o sistema sofreu e o que podemos aguardar para as próximas versões. Para este teste, instalamos o ReactOS em máquina virtual VirtualBox.

O Sistema

Ao iniciar a instalação e por se tratar da versão de desenvolvimento, pode-se acessar opções avançadas no bootloader do sistema, o FreeLoader que encontra-se na versão 3.0:

Na versão normal do ReactOS, não há tantas opções de ‘debug’ quanto nesta Trunk Build:

Continue lendo

Teste de compatibilidade de hardware – Notebook Lenovo IdeaPad 3000 G530

Recentemente adquiri um novo modelo de notebook para uso pessoal, Lenovo IdeaPad 3000 G530, e aproveitei para fazer o teste com o Live CD do ReactOS 0.3.10 quanto à compatibilidade de hardware; boa oportunidade para testar se este modelo de notebook da Lenovo se mostraria incompatível como ocorreu com o teste anterior com um  ThinkPad T61 (leia mais aqui). Em relação aos outros modelos testados pelo blog, de diferencial este modelo de notebook possuia tela com luz de fundo de LED, conexão para vídeo HDMI e conexão BlueTooth.

Continue lendo