Instalação do uTorrent no Wine 1.0

Sei que estou devendo um teste de compatibilidade de programas para trocas de arquivos no ReactOS – esta na pauta, mas durante o teste com o Dreamweaver precisei de uma versão mais nova do mesmo e recorri a um site de BitTorrent para baixar o programa (*). Como não curti nenhum dos clientes de BitTorrent para Linux e já estou acostumado com o uTorrent, resolvi testar a instalação do mesmo no Wine, visto que do contrario teria que mudar de computador, baixar o arquivo e gravar um CD para poder testar a versão mais nova do Dreamweaver – antes que algum leitor questione, não, meu notebook não esta em rede com o computador que uso para testes com o ReactOS e outros sistemas :-).

Novamente, grata surpresa, o uTorrent funcionou perfeitamente no Wine 1.0 no Ubuntu Studio 8.04, distribuição de Linux que uso em maquina virtual VMWare. Como curiosidade fica o fato do desenvolvedor informar no site oficial do programa que o uTorrent é compatível com o Wine – se todos os desenvolvedores de programas para Windows se preocupassem em fazer os mesmos compatíveis com o Wine, já seria meio caminho andado…

uTorrent para Windows executando no Wine 1.0 no Ubuntu Studio 8.04. Continue lendo

Instalação do Photoshop e Dreamweaver no Wine 1.0

Talvez alguns leitores não saibam, mas o desenvolvimento do ReactOS caminha junto com o do Wine, programa que tem por finalidade ser uma implementação da interface de programação de aplicativos do Windows para a plataforma Linux (saiba mais sobre o Wine na Wikipedia), o que em tese permite rodar programas feitos para o Windows no Linux. Este ano estou planejando migrar definitivamente para o Linux (estou usando a distribuição Ubuntu Studio 8.04 em uma maquina virtual VMWare) e o único senão até o momento para já não ter migrado são a necessidade de utilização de alguns programas legados que não achei similar para o Linux ou que não foi possível converter a base de dados destes programas para outro similar. A ultima vez que tinha testado o Wine tinha sido a 2 anos atras no Ubuntu 6.X, como na época a única coisa que tinha conseguido instalar e rodar bem era o Winrar, acabei desistindo. Com o lançamento da primeira versão estável do Wine no final do ano passado, programa que ficou em versão beta de desenvolvimento por quase 10 anos (!), resolvi testar o mesmo novamente para ver se havia evolução com relação a compatibilidade para instalação de programas Windows no Linux; o progresso do ReactOS nas ultimas versões foi um grande incentivador visto que a compatibilidade do mesmo tem crescido a cada nova versão.

Resolvi iniciar o teste por 2 programas que usei durante muito tempo quando trabalhava com desenvolvimento web, que muitos gostariam de ver portados para o Linux e que sei não instalaram no ReactOS nos testes que realizei, o Adobe Photoshop e o Macromedia Dreamweaver. Continue lendo