Instalando o ReactOS 0.3.8 no VirtualBox 2.1.4 no Windows XP e no Ubuntu 8.04 LTS – Passo a Passo


Para aqueles que trabalham com TI, meu caso, sabem que uma das tecnologias do momento em grandes empresas é a virtualização de servidores, onde é comum criar várias máquinas virtuais – servidores de banco de dados, e-mail, hospedagem de sites, entre outros – utilizando apenas um servidor/computador físico. Atualmente são várias as empresas que oferecem programas de virtualização sendo os mais conhecidos e utilizados em grandes companhias os sistemas da EMC (VMWare), Sun (VirtualBox) e Microsoft (VirtualPC); há ainda os sistemas Xen, QEMU e Bochs. Há quase 4 anos utilizo profissionalmente o VMWare e em meu notebook instalei a versão Player que é gratuita para poder realizar os testes com a imagem disponibilizada pelo projeto ReactOS. Diante da evolução do mercado e da disponibilização pela Sun do VirtualBox completo como software livre cujo desenvolvimento passou a ser mantido por uma comunidade, já há 6 meses venho testando o programa cogitando a possibilidade de uma migração do VMWare Player para o VirtualBox, visto que o primeiro possui limitações não permitindo editar a máquina virtual, apenas rodá-la como foi montada pelo seu criador. A principal vantagem do VirtualBox é estar disponível em seu pacote completo e neste tempo que venho testando o programa posso atestar alguma superioridade em relação ao VMWare, seja o melhor desempenho em maquinas mais parrudas – em maquinas mais lentas o VMWare ganha, opções de configurações avançadas como emular vídeo 3D até 128MB, entre outras. Neste artigo montaremos uma máquina VirtualBox com o ReactOS para que o leitor possa seguir os passos e fazer o mesmo em seu computador.

Considerações iniciais

Esteja ciente de que para rodar um sistema operacional emulado em uma máquina virtual, seu computador deverá ter um desempenho minimo. Como referencia os testes foram realizados nos dois computadores que uso, no desktop dedicado do blog que possui um processador Athlon XP de 1.6GHZ, 512MB de memoria RAM e 128MB de vídeo dedicado e em meu notebook que possui processador Intel Core 2 Duo de 2GHZ, 2GB de memoria RAM sendo 384MB compartilhado para vídeo. No desktop o desempenho da máquina virtual foi apenas aceitável, enquanto no notebook rodou mais solto. Qualquer computador com configuração superior ao do desktop citado rodará a máquina virtual VirtualBox sem problemas.

Instalando o VirtualBox

Inicialmente será necessário o leitor baixar a ultimá versão do VirtualBox no site do projeto: http://www.virtualbox.org/wiki/Downloads. A versão utilizada neste artigo foi a 2.1.4 para Windows X86 (para computadores de 32 bits), indicada para quem quer instalar o programa no Windows XP, por exemplo; para os usuários de Ubuntu é só seguir os passos indicados mais para a frente.

– VirtualBox no Windows XP

Para instalar o VirtualBox é só clicar no arquivo baixado e seguir as opções de instalação padrão:

Apos ter baixado o arquivo de instalação, clique duas vezes no mesmo para executá-lo.

O assistente para instalação do VirtualBox será inicializado. Clique em 'Next' para começar a instalação.

Aceite a licença marcando a opção 'I accept the terms in the License Agreement' e clique em 'Next'.

Deixe as opções de instalação padrão do assistente (sem modificar nada) e clique em 'Next'.

Se quiser que atalhos ao VirtualBox sejam criados na sua área de trabalho e na barra de inicialização rápida, deixe as opções padrão marcadas. Clique em 'Next' para continuar.

Na sexta tela do assistente de instalação do VirtualBox você recebera um aviso de que suas conexões de rede serão inicializadas. Pode clicar em 'Yes' sem receio.

Na próxima tela clique em 'Install' para iniciar a instalação do programa no Windows XP.

Nesta janela os arquivos de instalação são copiados para o disco rígido do computador.

Durante o processo de copia dos arquivos de instalação do VirtualBox para o disco do computador você poderá receber até 04 advertências de que o programa que está instalando não passou no teste do Windows. Pode clicar em 'Continuar assim mesmo' sem receios.

Pronto, a instalação foi concluída com sucesso. Deixe a caixa para iniciar o VirtualBox marcada e clique em 'Finish' para iniciar o programa.

Ao iniciar pela primeira vez o VirtualBox, abrirão duas janelas, sendo a que está em primeiro plano a do registro do programa. Digite qualquer coisa e clique em 'Confirmar' para que essa janela não seja exibida novamente. Note que o VirtualBox depois de instalado esta em português. A instalação foi concluída.

– VirtualBox no Ubuntu

A instalação do VirtualBox no Ubuntu é mais fácil ainda do que no Windows XP. Aqui demonstrarei somente o modo gráfico usando o gerenciador de pacotes Synaptic; para os mais iniciados em Linux basta abrir um terminal no Ubuntu e digitar: sudo apt-get install virtualbox. Caso use outra distribuição Linux como Fedora ou OpenSuse, acredito ser possível fazer o mesmo pelo modo gráfico usando os gerenciadores Yumex e Yast. A versão do Ubuntu que utilizo é a 8.04 LTS. Siga os passos a seguir para fazer a instalação:

Para instalar o VirtualBox no Ubuntu, abra o programa 'Gerenciador de Pacotes Synaptic' que fica no menu 'Administração' em 'Sistema'.

Será solicitado que você entre com a senha de Administrador do Ubuntu (senha do super usuário Root). Digite e clique em 'OK'.

Se é a primeira vez que você usa o programa Synaptic, será exibida uma janela informando como funciona o programa. Leia e feche. Se não é a primeira vez que usa o Synaptic, passe para a etapa seguinte.

Iniciado o Synaptic, clique no botão 'Procurar' no menu superior e digite a palavra virtualbox na janela que será exibida. Clique no botão 'Procurar' desta janela.

Será exibido uma listagem com diversos arquivos chamados virtualbox. Basta marcar o arquivo virtualbox-ose para que o mesmo seja instalado.

Uma nova janela se abrirá informando que a instalação do virtualbox-ose afeta outros pacotes/programas, solicitando aceitar a marcação automática dos complementos que tem de ser instalados. Aceite a sugestão clicando no botão 'Marcar'.

De volta a janela principal do Synaptic, clique no botão 'Aplicar' no menu superior para efetuar a instalação.

Uma nova janela informa quais alterações serão feitas no sistema. Clique no botão 'Aplicar' para que a instalação tenha inicio.

Os arquivos necessários serão baixados da Internet e instalados. Como a instalação de programas usando o Synaptic usa a Internet, o tempo do processo irá depender fundamentalmente da velocidade de sua conexão a Internet. O pacote total do VirtualBox tem 40MB e comigo com um link de 1MB do Velox o download foi concluído em 10 minutos.

Depois de baixados da Internet, os arquivos serão automaticamente instalados.

Quando o processo tiver sido concluído, uma caixa de dialogo será exibida informando que as mudanças foram efetuadas com sucesso. Basta clicar em 'Fechar' e depois fechar o Synaptic. A instalação do VirtualBox no Ubuntu foi concluída.

Para iniciar o VirtualBox no Ubuntu, basta acessar o programa no menu 'Ferramentas do Sistema' em 'Aplicações'.

A versão do VirtualBox disponível para download dos servidores da Canonical (desenvolvedora do Ubuntu) é um pouco mais antiga que a versão disponível para o Windows XP no site do projeto, mas apresenta as mesmas funcionalidades.

Criando uma maquina virtual

Agora que já instalamos o VirtualBox no Windows XP e no Ubuntu 8.04 LTS, vamos criar uma máquina virtual para instalar o ReactOS. Daqui para frente usarei somente o Windows XP, mas os procedimentos são similares para o Ubuntu. Para tanto é só seguir os passos abaixo:

Na tela principal do VirtualBox, clique no botão 'Novo' que possui o ícone similar a um sol azul.

A janela do 'Assistente de Criação de Maquina Virtual' será aberta; clique em 'Próximo' para prosseguirmos.

Nesta janela digite um nome para a sua maquina virtual e selecione as opções 'Other' para sistema operacional e 'Other/Unknow' para a versão. Como você pode ver é possível criar maquina virtual para vários sistemas, mas o ReactOS ainda não consta como opção no VirtualBox. Clique em 'Próximo'.

Nesta janela você pode selecionar a quantidade de memoria que sua maquina virtual terá como memoria RAM. O computador usado no teste possuía 512MB de memoria RAM então selecionei apenas 256MB para a maquina virtual para que fosse possível executar a mesma, porque se colocasse memoria demais ou de menos, a maquina virtual ou o computador ficariam lentos. Clique em 'Próximo' para continuarmos.

Nesta janela criaremos um disco rígido virtual para que o ReactOS seja instalado nele; não se preocupe que em momento algum o programa estará fazendo modificações no disco rígido de seu computador. Clique no botão 'Novo' para inciarmos a criação do disco virtual.

A janela do 'Assistente para Criação de Discos Rígidos Virtuais' será aberta, clique em 'Próximo' para prosseguirmos na criação do disco virtual

Nesta janela você tem a opção de escolher se todo o tamanho do disco rígido sera alocado agora (ocupa mais espaço mas é recomendado para computadores mais fracos por questão de desempenho) ou se o mesmo crescerá de acordo com a necessidade de espaço (tamanho inicial do arquivo menor mas desempenho do disco virtual inferior - recomendado para computadores mais parrudos). Clique em 'Próximo' para continuarmos.

Aqui temos a opção de selecionarmos o tamanho que o disco virtual terá. Para a maquina virtual que estou criando selecionei 4GB que é suficiente para o ReactOS e instalação de alguns programas. Caso você tenha espaço sobrando no disco rígido do seu computador e pretenda testar a instalação de jogos no ReactOS, sugiro que selecione 10GB ou mais para o disco virtual de sua maquina virtual. Clique em 'Próximo'.

o 'Assistente para Criação do Disco Rígido Virtual' esta pronto para criar o disco. Clique em 'Finalizar' para iniciar a criação do mesmo.

Dependendo do tamanho que você escolheu para o disco virtual, ira demorar alguns minutos para que o mesmo seja criado. No disco de 4GB deste exemplo demorou 20 minutos. Se você chegou até aqui, vá na cozinha fazer um lanche e depois volte :-).

Terminado a criação do disco virtual, o assistente é encerrado e voltamos para a tela inicial de criação do disco virtual. Observe que o disco criado já está disponível para usarmos para a criação da maquina virtual com o ReactOS. Clique em 'Próximo' para prosseguirmos.

Pronto, nossa maquina virtual para instalarmos o ReactOS já foi configurada. Agora iremos partir para a instalação do ReactOS 0.3.8. Clique no botão 'Finalizar'.

Configurando o VirtualBox

Concluída a criação da maquina virtual, voltamos para a janela principal do VirtualBox. Agora iremos configurar a maquina criada para poder instalar o ReactOS. Para tanto, clique no botão 'Configurações' que possui o ícone de uma engrenagem laranja, ao lado do ícone que usamos para criar a maquina virtual.

Na janela que se abriu, selecione no menu da esquerda a opção 'CD/DVD-ROM' e marque a opção 'Montar Drive de CD/DVD' e 'Drive de CD/DVD do Hospedeiro' para usarmos o drive do computador em nossa maquina virtual. Não recomendo usar a opção de 'Arquivo de Imagem ISO' porque com a imagem do ReactOS não funcionou comigo. Clique no botão 'OK' na parte inferior da janela e vamos para a configuração de outro item.

Novamente no menu da esquerda selecione a opção 'Áudio' e habilite ou não o 'Áudio' na maquina virtual. Na opção 'Driver de áudio do Hospedeiro' selecione 'Windows DirectSound' e em 'Controladora de Áudio' a opção 'ICH AC97'. Neste caso escolhi SoundBlaster 16 porque a maquina do teste tinha placa de som dedicada e queria testar se funcionaria, mas para a maioria dos computadores com som integrado tem de ser a opção 'ICH AC97'. Em qualquer caso se quiser deixar o som desabilitado não tem problema porque o ReactOS ainda não reconhece recursos de áudio...

Na opção 'Rede' do menu esquerdo da janela principal de configuração do VirtualBox, deixe os valores padrões para que você possa usar sua Internet normalmente; não altere nada nesta opção ao menos que saiba o que esta fazendo.

Em 'USB' no menu da esquerda você pode habilitar a opção para a maquina virtual reconhecer dispositivos USB, mas tenha em mente que até o momento o ReactOS não reconhece tais dispositivos.

Caso você queira habilitar a aceleração gráfica 3D para testar a compatibilidade do ReactOS com jogos, vá na opção 'Geral' e marque a caixa 'Habilitar Aceleração 3D' e selecione no cursor logo acima a quantidade de memoria para vídeo que pode ser até 128MB. Mas atenção, só faca isso se seu computador tiver memoria sobrando, 1GB ou mais caso você esteja usando o Windows XP ou o Ubuntu (se estiver usando o Windows Vista, 3GB ou mais é o recomendado). Neste teste selecionei 32MB porque o computador usado dispunha de somente 512MB de memoria principal/RAM.

Instalando o ReactOS

Para a instalação do ReactOS na maquina virtual que acabamos de criar, o leitor precisará baixar o sistema do site oficial do projeto em: http://www.reactos.org/pt/download.html. Depois de extraído a imagem ISO do ReactOS do arquivo ZIP baixado do site, recomendo a gravação da imagem em um CD-RW ao invés de usar somente o arquivo ISO para instalação, porque comigo não funcionou. Caso tenha duvidas em como gravar uma imagem ISO em um CD, siga a dica deste artigo no site Baixaki: http://www.baixaki.com.br/…como-gravar-iso…htm. Usuários de Ubuntu podem usar o Brasero:

Para gravar uma imagem ISO em um CD no Ubuntu, use o Brasero selecionando a opção 'Gravar imagem'.

Gravado o CD com a imagem do ReactOS, coloque ou mantenha o mesmo no drive de leitura e siga os passos abaixo:

Na tela principal do VirtualBox, clique no botão 'Iniciar' que tem o ícone de uma seta verde. A ordem padrão de Boot no VirtualBox é disquete, CD-ROM e depois disco rígido então acredito você não precisará fazer nenhuma mudança na configuração.

A maquina virtual será inicializada e uma janela com informações sobre a captura de tela serão informadas. Leia a mesma com atenção. Importante saber que para sair da maquina virtual no VirtualBox usamos a tecla CRTL da direita, do teclado.

Se você não preencheu seus dados no formulário de registro é uma boa hora para faze-lo, pois do contrario toda vez que iniciar a maquina sera solicitado a faze-lo. Dando seqüencia ao processo de Boot, o CD que você gravou com o ReactOS sera iniciado...

Na primeira tela de instalação do ReactOS, selecione o idioma 'Portuguese (Brazil)'. Você notará que o processo continuara em inglês e que só depois de instalado é que o ReactOS estará em português.

Na segunda tela de instalação do ReactOS, pressione a telca 'Enter' do teclado para começar a instalação.

Na terceira tela você será informado de que o ReactOS ainda está em desenvolvimento e de que possui algumas limitações para a instalação em computadores. Como não é o nosso caso já que estamos instalando em uma maquina virtual, tecle 'Enter' para prosseguirmos para a próxima tela.

Na quarta tela é informado as configurações para teclado e monitor. Pode deixar como está e clicar em 'Enter'. Mais para frente poderemos mudar estas configurações.

Na quinta tela é solicitado para selecionarmos o disco rígido que queremos usar que no nosso caso será o disco virtual de 4GB que criamos. Tecle 'Enter' para usarmos esse disco e continuarmos com a instalação.

Na sexta tela é pedido para selecionarmos o tipo de partição. Note que só ha o tipo FAT disponível por enquanto. Os modos de seleção normal são para discos não formatados e o rápido (Quick) para discos pré-formatados. No nosso caso usaremos o primeiro então não é necessário fazer nada, só clicar em 'Enter'.

na sétima tela de instalação do ReactOS é informado que o sistema irá formatar o disco. Pressione 'Enter' para continuar.

Na oitava tela o disco é formatado. Note que como o tamanho do disco usado é pequeno a formatação não durou nem 30 segundos...

Na nona tela é solicitado o nome para a pasta onde os arquivos de instalação do ReactOS serão copiados. Deixe o nome padrão e tecle 'Enter' para continuar.

Na decima tela os arquivos do CD são copiados para o disco da maquina virtual. Aguarde o processo terminar; quando concluído a próxima tela será exibida automaticamente.

Na decima primeira tela é solicitado o local que deverá ser instalado o gerenciador de Boot. Deixe o valor padrão e tecle em 'Enter'.

Na decima segunda e ultima tela do instalador do ReactOS é informado que o sistema instalou com sucesso e que devemos remover o CD usado na instalação. Ao pressionar a tecla 'Enter' o sistema será reiniciado.

ReactOS já instalado na maquina virtual sendo inicializado...

Configurando o ReactOS

Apos instalado no disco virtual na máquina VirtualBox, é necessário configurar o ReactOS para concluirmos o processo. Siga os passos finais:

Iniciado o ReactOS apos ter sido concluída a instalação do mesmo, a primeira tela exibida é a do assistente de configuração do ReactOS. Clique em 'Avançar' para continuarmos - note que alguma coisa já aparece em português - a tradução ainda não esta completa.

A segunda tela do assistente de configuração do ReactOS exibe a lista com os projetos que participam do desenvolvimento do ReactOS e disponibiliza a licença livre GPL para leitura no botão correspondente. Clique em 'Avançar' para continuarmos.

Na terceira tela você deve digitar um nome para o usuário do computador e o nome da empresa caso seja aplicável. Clique em 'Avançar' para continuarmos.

Na quarta tela você deve dar um nome para o computador (eu escolhi VIRTUAL) e digitar uma senha para o usuário administrador (no meu caso escolhi 12345) e confirma-la. Clique em 'Avançar' para continuarmos.

Nesta tela poderemos customizar o ReactOS com relação a configurações regionais e teclado. Selecionaremos as duas opções.

Na primeira opção basta selecionar no item 'Geographic location', a opção 'Brazil'. Não há necessidade em alterar as demais configurações porque no inicio da instalação do ReactOS já havíamos selecionado o idioma 'Portuguese (Brazil)' e elas foram mantidas.

Na segunda opção você devera selecionar o padrão do seu teclado, sendo que a maioria e o ABNT/2 que reconhece o cedilha. Recomendo que você remova as demais opções para não ter problema de configuração, o que pode ser feito selecionando a opção (por exemplo padrão English (United States) e clicando no botão 'Remove' logo abaixo. Feito as alterações, clique em 'OK' para voltar para a janela inicial de configuração regional e de teclado e depois clique em 'Avançar' para continuarmos com a configuração do ReactOS.

Na sexta tela é informado a hora e data, confira se está certo e clique em 'Avançar'.

Na sétima tela é mostrado o progresso das alterações no registro do sistema.

A oitava tela informa que o assistente de configuração do ReactOS foi concluído e de que o sistema precisa ser reinicializado para que as alterações tenham efeito. Clique no botão 'Finalizar' para que a maquina virtual seja reinicializada.

ReactOS instalado na maquina virtual sendo reiniciado.

Assim que é iniciado pela primeira vez, o ReactOS exibe o assistente para reconhecimento de hardware. Como o sistema ainda não reconhece todos os hardwares, apesar de identifica-los, clique em 'Avançar' sem esperar que um componente especifico seja reconhecido.

No caso acima o assistente falhou ao instalar o drive para um determinado dispositivo. Clique em 'Finalizar' para fechar o assistente.

ReactOS 0.3.8 instalado na maquina virtual VirtualBox.

Dicas: Depois de instalado a resolução padrão de vídeo do ReactOS é de 800×600; para mudá-la para o padrão do seu monitor é só clicar com o botão direito na área de trabalho do ReactOS e selecionar a opção ‘Propriedades’, como faríamos no Windows XP; e na aba ‘Settings’ selecione a resolução correta – no caso do computador de testes do blog, 1024×768. Clique em ‘Aplicar’ e depois em ‘OK’ e reinicie o ReactOS:

Em propriedades de vídeo do ReactOS, altere a resolução de vídeo para aquela que for a mais adequada ao seu monitor.

Para alternar entre o modo de tela cheia, use as teclas CTRL da direita + F do teclado:

ReactOS 0.3.8 rodando em maquina virtual VirtualBox. Da para perceber que o sistema não esta instalado no computador, mas sim rodando emulado em uma maquina virtual?

Considerações finais

Apesar de ter ficado extenso, acredito que com este artigo todos os leitores conseguirão não somente instalar o VirtualBox em seus computadores – estejam eles rodando o Windows XP, Ubuntu ou outro sistema, bem como criar uma maquina virtual para o ReactOS ou outro sistema operacional.

Anúncios

8 thoughts on “Instalando o ReactOS 0.3.8 no VirtualBox 2.1.4 no Windows XP e no Ubuntu 8.04 LTS – Passo a Passo

  1. Fiz o teste usando o arquivo iso e deu certo instalando com o Virtualbox pelo BigLinux 4.2.
    Já havia feito outras experiências com o ReactOS e a bronca é quando tentamos instalar ele como sistema real.

    Muito bom o tuto. Parabéns!

  2. Muito bom seu tutorial.

    Desculpe por fazer perguntas, mas caso você quisesse compartilhar arquivos, ou mesmo uma partição inteira, do Ubuntu com o Reactos, como faria sem ter que criar um FTP ou Servidor SMB?

  3. Sim Ruan, no painel de configuracao em ‘Pastas Compartilhadas’, tem como selecionar uma pasta que sera utilizada em rede entre a maquina virtual e o sistema no computador fisico. Funciona bem com o Windows, mas com o ReactOS ainda nao porque a parte de rede deste ultimo nao foi totalmente implementada.

  4. Estou usando o ROS 0.3.8 no Virtual Box e está funcionando muito bem. Consegui instalar o Opera nele, apesar de aprentar alguns problemas durante a execução.

  5. como faço para instalar no hd ? a instalação ocorreu normalmente , mas quando reiniciei o pc não apareceu nada.

    meu pc
    sempron2500
    1gb ddr 400
    6200 256 ddr2
    hd 160gb

    um abraço

  6. Pode ser que o hardware da sua maquina ainda não seja suportado pelo ReactOS. Tente rodar o live CD, caso também não de vídeo, fica confirmado a incompatibilidade. Para instalar o ReactOS no disco rígido, siga esse tutorial: /como-instalar-o-reactos-ultima-parte-instalando-no-computador/

  7. Pingback: Sistema operacional ReactOS lança versão Alpha 0.3.9 | Correio Tec

Os comentários estão desativados.