Instalação da Versão 0.3.3 em Computador Athlon


Apesar de na nota de lançamento da versão 0.3.3 (leia mais aqui) os desenvolvedores avisarem de que a instalação do sistema ainda não era garantida em computadores físicos – normalmente durante o desenvolvimento de um sistema operacional é comum sua utilização apenas em ambientes de teste e emulado em máquinas virtuais – tivemos sucessos na instalação do ReactOS 0.3.3 em um computador real. A instalação ocorreu normalmente, muito similar a instalação das versões 2000 e XP do Windows, e para minha surpresa alguns dispositivos de sistema foram reconhecidos automaticamente. Já na inicialização do sistema depois de instalado foi solicitado driver de vídeo, rede Ethernet (mesmo o dispositivo ainda não completamente implementado) e modem.

Computador

O computador utilizado neste teste possuia a seguinte configuração:

  • Placa-mãe PC-Chips M800LMR-H. Este modelo de placa-mãe da PC-Chips possui 05 slot tipo PCI, 01 tipo AGP (1/2x), 02 portas seriais, 01 porta paralela, 02 entras USB, 01 entrada de rede RJ-45, conectores para áudio e modem. Não possui vídeo integrado.
  • Processador AMD Athlon tipo Slot 1 de 750MHZ;
  • 02 pentes de memória RAM do tipo DIMM PC 100 de 128MB cada, totalizando 256MB;
  • Placa de vídeo dedicada Trident Blade 3D de 8MB de memória dedicada;
  • Disco rígido Maxtor de 30GB de capacidade padrão IDE;
  • Disco ótico LG tipo Combo, grava CD e lê DVD;
  • Drive de disquetes de 3,5 ” (1,44MB);
  • Monitor Hyundai de 14″ SVGA;
  • Teclado generico padrão ABNT/2 e
  • Mouse optico genérico.

Computador Athlon que foi usado no teste.

O computador utilizado no teste do ReactOS 0.3.3 já tem alguns anos de estrada. Possui placa-mãe PC-Chips M800LMR-H e processador AMD Athlon 750MHZ.

Para a instalação do ReactOS no disco rígido, há algumas limitações impostas pelo instalador do sistema que ainda não está totalmente finalizado. Para tanto, o disco rígido só pode possuir 01 partição e a mesma já deve estar formatada em FAT32. Com o desenvolvimento do sistema estas limitações irão desaparecer das futuras versões.

Metodologia do Teste

Para a instalação do sistema, configuramos o disco rígido seguindo as advertências constantes no instalador sobre as limitações conforme explicado no parágrafo anterior e configuramos os jumpers da placa-mãe para que todos os seus recursos integrados estivessem habilitados (áudio, modem e portas).

Instalação do Sistema

A instalação do sistema foi muito simples (veja aqui como instalar o ReactOS 0.3.3) e para quem já está acostumado a instalar um sistema Windows 2000 ou XP, não irá sentir nenhuma dificuldade visto que os passos são muitos semelhantes; a única observação é que o instalador ainda só está disponível no idioma inglês. Em tudo o sistema está sendo pensado para ser muito semelhante a familia NT da Microsoft®.

Instalando Drivers

Terminada a instalação do sistema, aparece uma mensagem informando para retirar o CD de instalação do drive e reiniciar o sistema, como seu concorrente Windows. Para minha surpresa, após reiniciado o sistema o mesmo apresentou as telas de identificação de hardware solicitando drives para modem, rede e vídeo. De posse dos drivers para Windows 2000 gravados em um CD, fui ao derradeiro teste de compatibilidade entra a plataforma ReactOS e o Windows. Os drivers de rede, neste modelo de placa-mãe da PC-Chips um adaptador SIS 900, foram reconhecidos, porém como o recurso de rede do sistema operacional ainda não está totalmente implementado – notadamente os adaptadores TCP/IP – não teve serventia. Os drives de modem, PC-Tel integrado, não foram reconhecidos e com relação aos drivers da placa de vídeo Trident Blade 3D, como não os possuia nem para Windows e os mesmos nem foram achados no site DriverGuide, deixei como estava, visto que o vídeo foi automaticamente configurado em 800×600 e com 16Bits, o suficente para nosso teste e uso diário.

Área de Trabalho

Terminado a instalação dos drives de dispositivos, é apresentada a área de trabalho que em tudo lembra a do Windows 98 e 2000 (ou do XP no modo clássico). Em ‘Control Panel’ no menu ‘Settings’, é possível selecionar o idioma primário (primary language) para ‘Portuguese (Brazil)’, porém o sistema não está totalmente traduzido para o português ainda sendo que alguns itens permanecem em inglês.

Área de trabalho do ReactOS 0.3.3.

Dispositivos

Dos dispositivos disponíveis no computador, não foram reconhecidos o drive de disquetes de 3,5″ (quem precisa desse recurso limitado hoje em dia?) e apesar do USB ter sido reconhecido no ‘Gerenciador de Dispositivos’, nenhum pen-drive plugado no computador foi reconhecido. O som integrado também não foi reconhecido pelo sistema e também não funcionou.

Conclusão

Como qualquer sistema em desenvolvimento, o ReactOS em sua versão 0.3.3 ainda apresenta muitas limitações para uso no dia-a-dia visto que o mesmo não está pronto. Mas para quem tem acompanhado o desenvolvimento do sistema, as evoluções são perceptiveis e estão ocorrendo mais rápidas do que esperadas. Em cada nova versão vemos novos recursos sendo implementados ou em estágio avançado de desenvolvimento.

Nota

Nas próximas semanas faremos uma série de teste de instalação de programas nativamente desenvolvidos para Windows 2000/XP para testar a compatibilidade dos mesmos com a versão 0.3.3 do ReactOS. Começaremos com a instalação de utilitários (compactadores de arquivos e programas para gravar CD), pacotes de escritório (Office e OpenOffice) e programas para Internet. Faremos os testes com o sistema instalado no computador apresentado neste artigo e em máquina virtual (VMWare).

Anúncios

2 thoughts on “Instalação da Versão 0.3.3 em Computador Athlon

  1. Acho que uma coisa bem útil de se testar também é a máquina virtual Java. Com tanta coisa feita em Java hoje em dia, seria extremamente útil para muita gente se pelo menos isso funcionasse.

    Abraço

Comentários encerrados.